A Fantástica e Surreal Dubai

Ok, depois de um dia no meio de muito ouro, muita fartura vamos para o LUXO!!!

Em Dubai uma coisa atrapalha um pouco além do absurdo calor do verão – As Distâncias.

Tudo é extremamente longe uma coisa da outra.
Mesmo com um ótimo sistema de metro e ônibus, para ir em cada lugar não é só metro, é um, mais táxi ou ônibus até chegar, enfim, fazendo as contas do meu tempo, do calor, da quantidade de coisas, das distâncias, acabei acertando com um motorista me levar nos lugares por um preço fechado.

Alias quem me indicou, foi o Happy, o Indiano que me levou e me buscou de Abu Dhabi. Muito solicito ele, me ajudou bastante e como ele tinha compromisso na sexta, me indicou o colega dele Malik que também foi muito legal comigo.

Então saimos bem cedinho, pq eu tinha que aproveitar toda a cidade o quanto antes, pq ainda tinha que voltar para o Hotel fazer check-out.

Ah! Uma dica: Não escolham a Sexta-Feira (como eu) para fazer Tours e conhecer tudo pela cidade.

Sexta-Feira é para eles como se fosse sábado, é o dia de rezar, é o primeiro dia de descanso (Pq domingo é o primeiro dia da semana e consequentemente de trabalho). Então apesar de o transito estar bem tranquilo e termos conseguido fazer tudo relativamente rápido, acabei não conseguindo entrar em alguns museus pq estava tudo fechado, ou abria mais tarde, ou nem abria de sexta. Então vi rapidinho por fora, tirava foto, curtia o momento e partia para o próximo.

Comecei meu roteiro visitando a Mesquita Jumeirah, que é considerada a mais bela de Dubai.
Sinceramente? Depois da Mesquita que visitei em Abu Dhabi todas as outras viraram farelo. Tem muitas mesquitas pela cidade toda, algumas tem um trabalho realmente muito bonito, mas todas pequenas e simples e não chegam nem aos pés da Grande Mesquita. Só não pude entrar em nenhum, pois além de ser sexta, dia de rezar, maioria não aceita visitantes, muito menos de outras religiões e para piorar, Mulher!

Além da Jumeirah passei por algumas outras pelo caminho.

Mesquita Jumeirah




Atravessamos a cidade inteira e fomos para a parte mais cara da cidade, onde eles construíram do nada uma estrutura na água com formato de palmeira que é a The Palm Beach Island. Tem apenas uma pronta, mas eles pretendem construir 3 dessas, uma maior que a outra.

No que seria o tronco da árvore é repleto de prédios de residencias e hotéis milionários. Na sua maioria já está tudo sendo habitado.
As praias são particulares, cada prédio tem a sua e não há acesso para pessoas de fora irem nas praias, somente moradores ou hospedes.

Nos galhos das palmeiras ficam casas, também com suas casas particulares. É muito lindo!

Essa palmeira é cercada por um arco, então passamos por um tunel debaixo d’água, para acessarmos o arco e bem no centro desse arco está um Hotel luxuosíssimo, o Atlantis. Tudo é lindo pela arquitetura, mas esse chama pela atenção pelo vão central em formato das cúpulas das mesquitas.

Formato da Ilha construida


Vista do caule da Palmeira





Vista da extremidade da Ilha Construida

É inacreditável ver tudo isso e pensar que o homem construiu uma ilha, mas lá apesar de ser tudo construído, de não ser teoricamente uma beleza natural, é tão maravilhosamente e perfeitamente construído que é ai que está a beleza.

Amantes de arquitetura enlouqueceram nesse lugar! \o/

Ah! Vocês viram que coloquei a imagem do The Palm da parede do túnel. A minha intensão lógico era poder ver de cima, de helicóptero ou de balão, mas infelizmente esse não foi o caso 😦
É que a ilha é tão grande, mas tão grande que do chão não é possível ter uma boa noção do formato e da beleza da estrutura.
Até tirei uma foto de um lugar que é possível ver os galhos da palmeira, mas infelizmente não dá para ter uma boa noção do formato como um todo.

Outro pedaço por qual passei foi a Dubai Marina, com vários barcos maravilhosos estacionados e embaixo uma área com restaurantes e lojas, ótimo local para passear.
Dessa Marina dá para ver vários prédios comerciais e um em particular que me chamou muito a atenção o Twisted Building. Ele ainda não está pronto, mas já dá para ter uma boa noção de como ele é legal e diferente.
Ali do lado também fica uma das poucas praias públicas. Meu Deus, o que significa aquilo. Primeiro que eu não tenho certeza se a praia foi montada também, pois a areia vinha reta e de repente descia muito ingrime até o mar. Agora o que eu tenho certeza que não é fake é aquele mar.
Gente que cor é aquela????? É algo surreal, hipnotizante!!!! Depois eu conto a asneira que fiz por causa da minha hipnose, mas fiquei tao impressionada que queria parar por lá para ficar nadando naquela água surreal, hipnotizante e maravilhosa!!!!



Twisted Building


Ainda tentando entender essa cor de água!!!

Depois fomos visitar alguns dos prédios/hotel mais famosos de Dubai.

O Burj Al Arab e o Jumeirah Beach Hotel

O Burj Al Arab é um hotel luxuosééééééééérrimoooooooo!!!!! A parte externa é em formato de velas de barcos e por dentro é tudo feito de ouro. Esse hotel foi construído em cima de uma ilha que também foi construída apenas para abrigar o hotel. Os quartos são todos duplex, também todos repletos de ouro por todos os lados.
Infelizmente, se não é hospede, ou se não tem reserva para algum dos restaurantes ou para tomar chá, eles não autorizam a entrada, então o jeito é ficar posando do lado de fora mesmo.



Do lado do Burj Al Arab fica o Hotel Jumeirah Beach, também é um dos mais famosos, por ser em formato de onda.

Lá em cima desse hotel fica o concorridíssimo 360o Bar. A Dica é tentar reservar para ver o por-do-sol, pois esse bar oferece uma vista impressionante. Belo menos é o que dizem os guias.
Ainda voltarei com mais tempo e mais dinheiro, para desfrutar de todos os luxos que só Dubai pode proporcionar!!


Em Dubai tem poucas praias públicas, mas tem uma que é muito legal e proporciona um ótima vista do Burj Al Arab e do Jumeirah Beach Hotel

Esq. Jumeirah Beach.
Dir. Burj Al Arab

Ainda, do lado do Burj Al Arab, para quem tiver tempo ou filhos e quiser curtir bem, tem o parque aquático Wild Wadi Water Park. Pareceu sem bem legal e com o calor que estava, realmente deu vontade de mandar o passeio para o alto e mergulhar nos tobogãs. Como isso não foi possível, eu só tentei mesmo entrar nessa cachoeirinha que tinha na frente do parque.

Logo ali do lado tinha mais um hotel super luxo e eu gostei que o que me chamou atenção nesse hotel, além lógico da arquitetura em geral que é bonita, mas que você chega nos quartos de barquinho. Não sei se é a única maneira, mas é lindo demais.
Ah! E no jardim da frente do hotel tem uma coleção de estátuas de cavalos dourados, ainda estou tentando descobrir se são bonitos ou cafonas..rsss
E para coroar, tem uma bela vista do Burj Al Arab de lá.



Depois desse pedaço quis conhecer algo que só fiquei sabendo graças ao Globo Reporter que teve recentemente sobre Dubai.
É um Bar de Gelo, o Chill Out.
Ele fica num shopping chamado Times Square. É relativamente um shopping pequeno, por isso acho que muita gente não conhece.
Infelizmente tem pagar para entrar. São 60 Dirhams, dá um pouco mais de 30 reais e dá direito a um chocolate quente ou chá. Paciência, sou turista, vim aqui para isso.
Eles fornecem toda a roupa, casacos pesados, botas, luvas, touca e vum bora para uma câmara de resfriamento. Não sei quantos graus negativos chega, mas é engraçado você no meio do deserto, com 40 Graus lá fora e lá dentro você de casacão, tomando chocolate quente!!!
A decoração também é um show a parte. Cadeiras, mesas, balcão, estatuas, cortinas, TUDO de gelo. É lindo e me diverti bastante!!!!



Outra coisa de gelo que chama a atenção é que eles construiram simplesmente uma estação de ski, com direito a teleférico de 80m – DENTRO DE UM SHOPPING!!!
O Ski Dubai fica dentro de um dos maiores shoppins da cidade o Mall of Emirates. Tirando a estação de ski, basicamente é um shopping grande porém normal.
E lógico, como tudo em Dubai, impressiona!!!


Depois acabei indo para uma parte da cidade que é bem legal, porém que não deu para conhecer bem pois tinha muita parte de museus e como era sexta-feira…. tudo fechado 😦

Fomos na Casa do Xeque Saeed Al Maktoum.
Além de mostrar as construções antigas, nesse local também tem um museu com fotos de Dubai de meados dos anos 40, 50, onde tudo era apenas areia e Dubai como a conhecemos hoje em dia, não era nem sonho ainda!

Do lado da casa fica um Heritage & Diving Village.
Também estava fechado, só pude ter um pouco de noção das construções, mas imagino que seja um pouco como o Heritage Village de Abu Dhabi.


Continuando pela parte antiga da cidade, que fica depois do Creek, fomos para um local que se chama Al-Bastakia é um bairro onde possui diversas casas, restaurantes, comércios e museus, também de construção antiga. É bem bonito e se tivesse um tempo mais ameno, com certeza seria muito prazeroso ficar andando tranquilamente por ali. Como também as coisas estavam todas fechadas, só ficamos caminhando pelas vielas e vendo o que tinha.
Encontrei algumas coisas legais, como uma loja de especiarias, uma loja de artesanato Iraniano (fiquei apaixonada de tão lindo!!!), alguns restaurantes, todos fechados, porém um estava na hora de abrir e me deixou entrar para conhecer. Não estou me lembrando se era um restaurante Libanes, mas a decoração era bem peculiar e informal, parecia bem um fundo de um quintal com muitas mesas e decoração de jarros pelas paredes.

Ali do lado também tinha duas mesquitas. Uma chamada A Grande Mesquita que de grande comparada com a de Abu Dhabi, não tem nada. No horário que passamos tinha acabado de terminar as rezas, então estava saindo um moooooonte de gente (somente homens) dali. Também passei por uma outra mesquita, bem menor e que se não me engano era uma mesquita apenas de mulheres, era bem bonita e delicada.
Exatamente do lado da Grande Mesquita fica o Dubai Museum que claro, estava fechado pq era sexta… grrrrrrr

Grande Mesquita



Mesquita só de mulheres


Al- Bastakia


Decoração Restaurante





Artesanato Iraniano – Apaixonei!!!

Depois de todos esses lugares, o Malik me deixou no hotel. Fiz meu check-out arrumei minhas coisa e fui terminar de passar o dia do Dubai Mall, que é simplesmente o maior shopping do mundo!

Do lado dele fica o Burj Khalifa que como tudo em Dubai, é o prédio mais alto do mundo.
São 828 metros de altura e foi inaugurado em 2010.
O elevador que leva até lá também é o mais rápido do mundo, senão me engano é menos de um minuto para subir mais de 120 andares.
Aliás o elevador do Burj Khalifa é um show a parte. Eles deixam a luz mais escura, de repente começa a tocar uma mega musica alta, todo o elevador é cercado de LED’s que ficam brilhando em várias cores, parece até uma balada. Se não fosse aquela sensação de ouvido tampado (igual quando descemos a serra), nem dava para perceber que estamos num elevador e nos mexendo imensamente rápido!!!

Lá em cima é fantástico!!!
Dá para ver a cidade inteira praticamente – minha única tristeza foi não ter conseguido ver o The Palm, pois é bem longe (mais ou menos uns 20km) e no fim do dia quando subi, estava uma leve nevoa nas extremidades. Ainda consegui ver o Burj Al Arab, bem dificilmente, bem de fundo, mas o The Palm que é ainda bem depois, não dava para ver não 😦

De resto dá para ver tudo!
Principalmente outra atração que ainda está em construção The World’s Islands.
Eles estão construindo com as areias do deserto, no meio do mar, um conjunto de ilhas que olhando de cima forma o Mapa Mundi.
Cada ilha está uma bagatela de 10 milhões de dólares e aos poucos estão sendo vendidas para artistas, milionários e grandes Resorts.

Outra coisa que encontrei lá em cima é o famoso Gold to Go, que nada mais é que um ATM (Caixa Eletrônico) de ouro!!!
Isso mesmo, você passa seu cartão de crédito, escolhe o tamanho da barra que deseja e pronto, na hora uma barra de ouro para levar para casa!!!
E olha que dá para encontrar essa máquina em diversos lugares!!!


Sim, apesar de tudo, ainda estamos no meio do Deserto!!


The Word Islands


Gold to Go


Burj Khalifa – Tentando mostrar inteiro


Tem muitos detalhes e coisas interessantes para falar sobre o Burj Khalifa, mas como isso aqui já tá um livro, vou deixar para uma próxima oportunidade.

Voltemos ao Dubai Mall.
Nele também tudo é superlativo!!
Tem todas as maiores e melhores grifes do mundo, é o maior shopping do mundo, tanto que tem até plaquinhas para todos os lados para indicar a direção das coisas.
Lá dentro além de ter o maior aquário do mundo, também tem uma parte de visitação de animais marinhos.
Do lado de fora, outro espetáculo, no lago que fica na frente do shopping acontece um Balé de Águas que é emocionante!!!
Eles contrataram a mesma equipe que faz o Balé das águas do Bellagio em Las Vegas e acredito eu deixaram muito mais bonito.
São 4 minutos de música, água, luzes, lindo, lindo, lindo!!

Algumas das lojas mais chiques do Dubai Mall






Outra coisa que vi no Globo Repórter e que me chamou muito a atenção foi um sorvete iraniano que é uma goma.
Eles batem nessa goma para amolecer, fazendo uma música muito legal. Os sabores são pistache, envolto em muuuuuuitos pedaços de pistache e chocolate também com pistache.
Acho que não tinha variedade de tamanho e na realidade o pote veio com muito para mim e é legal que eles colocam o de pistache, mas também colocam um pouco do de chocolate para experimentar.
O sabor é diferente, achei levemente um pouco sem gosto, mas é diferente, bem legal!

Eles batem na goma com aquele socador. Reparem na goma como vem, em rolo.


Olha que gigante!!

Bem, depois de tudo isso sai correndo para o aeroporto, queria chegar cedo para conseguir um bom lugar no voo e também aproveitar o Duty Free de Dubai, que acredito que também seja o maior do mundo, pq é muuuuito grande e separado por sessões e tipos de produto – Surreal! rss

Ai, queria contar muito mais detalhes de Dubai, ou por exemplo contar dos pontos de ônibus com ar-condicionado, ah, só coisas legais.

Mas o post tá longo, eu adoro ficar dando milhões de detalhes de tudo, mas pelo menos fica assunto para eu contar pessoalmente né?!

Um super Beijo a todos e finalmente no próximo post começarei a contar como está sendo minha vida aqui Do Outro Lado do Mundo!!!

Beijossss

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Lívia FM
    jul 06, 2012 @ 18:28:03

    To vendo que os guias estão ajudando bastante…que bom!!! 😉 Bjo e continue contando as aventuras… Bjão

    Responder

  2. Laura
    jul 06, 2012 @ 18:34:01

    Você me impressiona com a riqueza de detalhes. É muito bom viajar junto. Te amo. Beijos enormes!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: